Ultrassonografia

Inicialmente utilizada para o diagnóstico de gestação, a ultrassonografia tem se tornado um meio de diagnóstico cada vez mais importante na clínica de pequenos animais, sendo um método rápido, seguro, não invasivo e que fornece informações relevantes ao exame clínico e outros complementares.
O exame ultrassonográfico permite analisar os órgãos parenquimatosos como fígado, baço, rins, próstata, testículos, pâncreas, ovários, adrenais, linfonodos, em relação a posição, dimensão, forma, contorno, ecogenicidade e arquitetura interna. Os órgãos cavitários como bexiga, ureter, vesícula biliar, útero, trato gastrintestinal são avaliados quanto a espessura, condição da parede, tipo e quantidade de conteúdo.
Por meio de técnicas complementares, como o Doppler, pode-se avaliar o fluxo sanguíneo de artérias e veias dentro de órgãos, tecidos normais e alterados. 

Algumas indicações:

. Anomalia renal palpável ou evidência clínica de doença renal
. Anorexia/vômito
. Aumento de volume abdominal de consistência líquida ou sólida
. Diferenciação entre lesão sólida e cística
. Dor abdominal
. Emagrecimento progressivo
. Febre de origem desconhecida (tumor e abscesso)
. Icterícia (hepatopatia e alteração de via biliar)
. Organomegalia
. Pesquisa de metástase
. Alteração em pâncreas e adrenal
. Alteração do trato reprodutivo masculino (hiperplasia prostática, prostatite, neoplasia, abscesso, cistos)
. Alteração do trato reprodutivo feminino (piometra, hiperplasia endometrial cística, massa ou cisto ovariano, diagnóstico precoce e acompanhamento da gestação, com avaliação da viabilidade fetal e anormalidade gestacional)
. Hidronefrose
. Cistite ou demais alterações em bexiga urinária
. Litíases renal/vesical
. Corpo estranho e/ou processo obstrutivo gastrintestinal 

PREPARO DO ANIMAL

Para o exame ultrassonográfico, recomenda-se o preparo do paciente para um diagnóstico mais preciso:
. Jejum alimentar de 8 a 12 horas.
. Ingestão de água a vontade.
. Evitar a micção 1-2 horas antes do exame.
. Fornecer medicação anti-gases (Luftal ou Simeticona gotas), começando 24 horas antes do exame, de 6 em 6 horas. Para animais até 10 kg, fornecer 2 ml e, acima de 10 kg, 3ml, via oral.